Imprimir esta página

Bragantino vence e se mantém no Brasileirão

Bragantino e Floresta se enfrentaram na tarde deste domingo (19) no Diogão, partida válida pela terceira rodada do Brasileirão Série D. A chuva fina que caiu momentos antes da partida deixou algumas poças de água no gramado e atrapalhou principalmente o Tubarão no começo do jogo. Mesmo com os esforços da equipe Cearense de manter a partida equilibrada, deu Bragantino no final, que venceu o Verdão por 3 x 2.

Desde o inicio da primeira etapa o Braga dominou a bola e criou chances de golear, aos 11 Lukinha ficou cara a cara com o goleiro, mandou a bola para o fundo da rede mas foi marcado impedimento. Logo em seguida, o jogador em uma cobrança de penalidade entregou uma bola para o Leandro Cearense que de cabeça quase mandou pra dentro da rede do goleiro Carlos do Floresta.

Aos 16, o Lobo abriu o placar, Canga recebeu uma bola e mandou tranquilo pra dentro da rede para o desespero do torcedor Bragantino. Braga 0 x 1 Floresta. Em seguida o Canga teve uma grande chance de ampliar o placar, ficou cara a cara com o Axel que realizou uma grande intervenção evitando o segundo. Aos 19, penauti para o Bragantino, Leandro Cearense bateu e empatou para o Tuba. Braga 1 x 1 Floresta.

Aos 27, o Axel saiu da área para defender um lance perigoso, o Canga se esquivou, deu um toque na bola e fez o segundo para o Floresta. Braga 1 x 2 Floresta. Aos 44 Bruno Limão cruzou e Fidélis de cabeça empatou mais uma vez. Braga 2 x 2 Floresta. O jogador não comemorou o gol mas saiu aplaudido pela torcida para o intervalo.

Na etapa final, aos 10 minutos saiu o gol que definiu o resultado, Esquerdinha cruzou na grande área e sobrou para o Fidélis que deu um traço no Regenaldo e em seguida um empurrãozinho na bola com categoria. Bragantino 3 x 2 Floresta.

Depois disso o Braga criou chances com Fidélis, Edgar e Lukinha mas também teve a sabedoria de jogar um pouco recuado, o Floresta foi pra cima mas o Tubarão soube segurar a vitória que já estava em mãos, conseguindo assim os primeiros 3 pontos na competição e se mantendo vivo no campeonato.

No final do jogo houve um princípio de confusão, Everton do Floresta e Gabriel Gonçalves do Bragantino foram expulsos e são desfalques para as duas equipes na partida de volta.

Bragantino – Axel; Bruno Limão, Gabriel Gonçalvez, Rony Taperaçú e Esquerdinha; Ricardo Capanema (Rafinha), Lukinha (Keoma), Marco Goiano e Paulo de Tárcio; Fidélis e Leandro Cearense (Edgar). Técnico – Robson Melo

Floresta – Carlos; Renê (Zé Aquirás), Claudio, Regenaldo (André) e Zé Carlos (Brian); Marconi, Gean, Mateus e Paulo Victor; Alisson e Canga. Técnico – Paulinho Kobaiash.

A arbitragem foi de Vanderlei Soares de Macedo com a assistência de Lehi Sousa Silva e Lucas Torquato Guerra.

Reportagem – Marcelle Pires

Lido 295 vezes

Galeria de Imagens