A história do Dia das Mães

1

Caríssimos ouvintes...

 

Amanhã estaremos comemorando o "DIA DAS MÃES". Data consagrada para festejar aquelas a quem devemos a vida e que contribuem anonimamente para o aperfeiçoamento moral de uma sociedade. É com a Mãe que a criança, em cada idade, aprende coisas especiais e fundamentais para a sua vida a fora. É com ela que aprendemos a acreditar na realidade das pessoas e das coisas. É com a Mãe que as crianças maiores aprendem tratar com as pessoas que dela diferem em idade, sexo, temperamento. Como dar e receber, como fazer as primeiras orações ao Papai e Mamãe do Céu e porque não dizer que o primeiro personagem de nossas vidas é a Mamãe? 

Parece que até o ano de 1907 quando ainda não havia um dia especial para as Mães, o ano não estava completo. Foi justamente no segundo domingo do mês de maio daquele ano, que a professora primária ANA JARVIS, da cidade de WEBSTER, Estados Unidos, transferiu para todas as Mães do mundo a homenagem que seus colegas prestaram à sua Mãe (ANNA REEVES JARVIS). Parece que este foi o impulso que faltava e no dia 10 de maio de 1908 era feita publicamente a primeira celebração do DIA DAS MÃES, inclusive uma placa comemorativa ainda existe na Igreja de GRAFTON no Estado da Virgínia, assinalando esta primeira celebração.

Esta era uma comemoração que todos não poderiam deixar de dar o seu aval; afinal, todos somos filhos, e foi justamente este aval que o Presidente dos Estados WOODROW WILSON deu, oficializando o segundo domingo do mês de maio como o DIA DAS MÃES nos Estados Unidos. Mas ao que parece, todos queriam trazer pra si tão magna data e no ano de 1919 a Associação Cristã de Moços de Porto Alegre começava também a homenagear as Mães no segundo domingo do mês de maio. Tal iniciativa chegou para ficar, e logo nos outros Estados começaram a reverenciar as mães na mesma data.

Em 1931 a presidente do 11º congresso internacional feminista, ALICE TOLEDO TIBIRIÇÁ, pediu, e no ano seguinte o Presidente da República GETÚLIO VARGAS, pelo decreto número 21.336 instalou em todo o País o festejo do dia das Mães, a ser observado no segundo domingo do mês de maio; isto aconteceu precisamente no dia 05 de maio de 1932. Mais tarde, em 1947 esta data foi incluída no calendário oficial da Igreja Católica do Brasil pelo Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Jaime de Barros Câmara. Foi assim então que se instituiu o Dia das Mães no Brasil, se bem que, não é importante que comemoremos e nos alegremos com nossas Mães apenas um doa do ano, pois elas, sempre dedicam um carinho especial para conosco todos os dias, desde o nascimento até enquanto forças elas tiverem para rezar e lembrar dos filhos ou mortos.

 

Celso Leite em 09 de maio de 1987

Lido 69 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: