O Apóstolo do Brasil

1

Caríssimos ouvintes...

 

Vamos relembrar hoje a imagem de José de Anchieta. Catequista, Poeta, Gramático... Cognominado "APÓSTOLO DO BRASIL". José de Anchieta, nasceu a 19 de março de 1533 em Tenerife Ilhas Canárias. Estudou em Coimbra e entrou para a companhia de Jesus em 1551 com 17 anos. Dois anos depois chegava ao Brasil. Uma apreciação sobre a figura de Anchieta deve considerar dois aspectos: A obra social do missionário, numa longa existência benemérita e a obra literária, não só a do poeta como a do dramaturgo. Catequista, foi ele o primeiro mestre no Brasil. Para melhor catequisar, aprendeu a língua dos catecúmenos.

Na sua tarefa missionária valeu-se ainda da poesia e do teatro como instrumento da catequese. Após sua morte, os índios transportaram o corpo de Anchieta de Reritiba para Vitória, onde na oração fúnebre do Pe. Bartolomeu Pereira foi pela primeira vez chamado de "APÓSTOLO DO BRASIL". O processo para a sua canonização iniciou em 1627 e a 22 de junho de 1980 foi sagrado beato por João Paulo II. Anchieta esteve presente a primeira missa celebrada pelo Pe. Nóbrega, na festa de conversão de São Paulo, em 25 de janeiro de 1554, pondo fim a primeira pedra da fundação da atual Cidade de São Paulo. Anchieta foi o primeiro professor do colégio fundado em São Paulo, ensinando latim e gramática. 

Em 1563 em companhia do Pe. Nóbrega, viajou para as praias de IPEROIG, no litoral santista para negociar a paz com os tamóios, a mais feroz tribo da região. Nóbrega intermediário das negociações volta para falar com os brancos e Anchieta é tomado como refém pelos tamóios, e foi neste estado de cativeiro que José de Anchieta escreveu o seu incomparável poema à nossa senhora escrito na areia da praia, as ondas apagaram as letras mas os versos já estavam gravados em sua mente. Os últimos dias deste apóstolo foram vividos no Espírito Santo, de onde os índios o levaram para vitória para o seu sepultamento.

 

Celso Leite em 10 de junho de 1985

Lido 369 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: