Imprimir esta página

Dia dos enamorados Destaque

1

Caríssimos ouvintes...

Hoje dia 12 de junho, é um dia muito especial para todos os casais que estão se estudando para uma futura vida conjugal. Hoje é o dia dos namorados. Sem dúvida a troca de presentes, os beijos, abraços e carinhos foi uma constante entre os enamorados neste dia, é válida a exteriorização, afinal nada é muito quando se faz para a pessoa amada. Caro jovem, em especial para os casais enamorados, podemos dizer que o namoro é uma das mais importantes passagens de nossas vidas, pois estamos estudando e escolhendo a pessoa que será o companheiro(a) para o resto da vida - pelo menos este é o real objetivo do namoro.

Em muitos casos muitos jovens dizem que estão namorando por namorar... para passar o tempo... e por aí a fora é este sem dúvida um dos graves problemas. O namoro deverá ser respeitado e vivido com toda a importância que exerce na vida de quem pretende casar-se. Se pensarmos um pouco, haveremos de notar que o esposo ou  a esposa são as únicas pessoas da nossa família que Deus nos deu o direito de escolhermos, senão vejamos: os nossos Pais chegaram primeiro do que nós e portanto não fomos nós que os escolhemos e nem tão pouco eles nos escolheram; os nossos irmãos foram nascendo naturalmente, uns até primeiro que nós e sendo assim também não fomos nós e nem nossos pais que os escolhemos e assim por diante...

Mas com relação a esposa ou o esposo a coisa é diferente, Deus nos deu o direito de escolhermos, estudar e depois fazer vida a dois perante o seu sacramento que é o matrimônio. Mesmo diante de tanta conscientização para os jovens sobre o casamento, muitos fatos lamentáveis ainda existem no casamento, e as estatísticas mostram que os casais jovens são os que mais se divorciam antes do décimo ano de casamento. Mediante a estatística duas hipóteses foram levantadas: ou o jovem não se prepara bem no namoro, ou o casamento está perdendo a sua consistência; mas achamos que os jovens não estão namorando corretamente. O namoro deverá ser compartilhado por três pessoas: o namorado, a namorada e Deus.

Celso Leite em 12 de junho de 1985

Lido 336 vezes