Bragantino amarga eliminação com vitória

1

A vitória por 2 x 0 sobre o Águia de Marabá não foi suficiente para garantir ao Tubarão do Caeté a vaga no quadrangular final do Campeonato Paraense de 2020. A derrota do Carajás em outro jogo por 3 x 1, deixou a vaga para o Paragominas.

Os jogos foram realizados no mesmo horário, 15:30 desta quarta-feira (05 de agosto). No Baenão em Belém, o Bragantino enfrentou o Águia e no Mamazão em Outeiro, o Paragominas encarou o Carajás, lanterna do certame.

O Bragantino entrou focado no jogo e abriu a contagem aos 11 minutos com o atacante Fidelis que voltou a marcar após um ano sem balançar as redes em decorrência de uma lesão no joelho. Bragantino 1, Águia 0.

Aos 17 minutos o Águia ficou reduzido a 10 jogadores em campo, o lateral direito Bruno Oliveira após aplicar uma cotovelada em Bruno Limão, recebeu cartão vermelho.

Ao contrário do que se esperava, o time do Bragantino não partiu pra cima do Águia, reduziu o ritmo de jogo e não conseguiu finalizar. Foi o Águia que assustou aos 41 minutos com Marquinhos Bala que tocou na saída do goleiro Axel que fez grande intervenção. Aos 44 minutos, Fidelis teve chance chutando na “gaveta”, para o goleiro Bruno Colaço defender. Final do primeiro tempo: Bragantino 1, Águia de Marabá 0.

O time de Marabá retornou com mudança na defesa, Arí entrou no lugar de Bruno Oliveira na lateral direita. 
Outra chance foi desperdiçada com Fidelis aos 7 minutos, ao se livrar do adversário chutou livre no canto esquerdo para fora.

Aos 20 minutos o técnico Cacaio mudou o ataque trocando Mauro Ajuruteua por Canga. O Bragantino permaneceu lento no ataque e ficou pior ao ter o zagueiro Gabriel Gonçalves expulso de campo após cometer falta, aos 26 minutos. 
O Águia passou a acreditar no empate e avançou nas investidas. Cacaio reforçou o ataque trocando o centro avante Rael pelo Ígor João. Aos 32 minutos novamente Axel apareceu no jogo defendendo um chute de Guilherme Aldeia que ficou cara a cara com goleiro bragantino.

O atacante Canga ampliou para 2 x 0 aos 40 minutos recebendo assistência do Fidelis. O árbitro deu 7 minutos de acréscimos e Ricardo Capanema aos 51 minutos teve a última chance de ampliar o placar chutando por cima da trave. 
O Braga terminou com 9 jogadores em campo em função da saída de Fidelis que sentiu fortes câimbras e não retornou. Placar final, Bragantino 2, Águia de Marabá 0.

A vitória não garantiu a vaga no quadrangular, o Tubarão perdeu no saldo de gols para o Paragominas que venceu de 3 x 1 o fraco time do Carajás.

A diretoria do Bragantino reúne nesta sexta-feira (7) com a comissão técnica para uma avaliação da campanha no Parazão e discutir possibilidades de dispensa e contratação de novos reforços visando a Série D que começa em setembro. 
O elenco foi liberado e se reapresenta na próxima segunda-feira (10) na sede do clube.

O Bragantino ganhou com Axel, Bruno Limão, Romário, Gabriel Gonçalves que foi expulso e Esquerdinha; Ricardo Capanema, George Ptibull, Túlio (Bilau); Fidelis, Rael (Ígor João) e Mauro Ajuruteua (Canga); técnico Cacaio.

O Águia perdeu com Bruno Colaço, Bruno Oliveira, que foi expulso, Sandro (Ari), Gilmar e Tiago Felix (Felipe); Guilherme Almeida, Balão (Marabá) e Flamel; Marquinhos Bala, Carlos Neto e Juninho (Ângelo); técnico João Galvão.

Arbitro: Dewson Fernando Freitas, auxiliado por Marcio Gleidson Correia Dias e Robson João dos Reis; 4º arbitro: Olivaldo José Alves.

Reportagem - Jota Bahia
Fotos - Marcelle Pires / DECOM Bragantino
Lido 172 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: