Os campeões da Semana da Pátria na pandemia

1

Uma Semana da Pátria para jamais ser esquecida.

O mais importante evento cívico do Brasil e o maior torneio da América Latina foi realizado em Bragança do Pará com ausência do público nas arquibancadas. Os portões do ginásio permaneceram fechados como medida protetiva contra a contaminação pelo novo coronavírus que infectou milhões de pessoas no mundo e matou milhares de brasileiros. Em Bragança no período de março a setembro de 2020 mais de dois mil bragantinos foram contaminados pela Covid-19 e noventa e quatro perderam a vida.

A Secretaria Municipal de Cultura, Desportos e Turismo promoveu a SP com o tema: “Esporte e vida todos por todos nessa luta”.

Durante a semana pela manhã na Praça da Bandeira, os pavilhões foram hasteados e arriados por servidores públicos municipais e atiradores do Tiro de Guerra.

No ginásio de Esportes Dom Eliseu Maria Coroli (Corolão), duas noites de competições. Dia 4 de setembro, jogos somente com a participação de clubes, sem as escolas, em função da suspensão do período letivo.

No Basquete masculino a Turma do Porquinho (1.200) venceu por 48x37 o Pracinha. No Handebol masculino a Arena Campinho ganhou de 22 x18 o Mizuno. A partida de Voleibol entrou pela madrugada com disputa equilibrada de 5 sets. A vitória ficou com o Panelinha que derrotou o Nova Geração por 3x2 (sets). O Voleibol homenageou Patrícia Assunção. 

Dia 5 (sábado) ocorreram os jogos de futsal e o futebol feminino abriu a noite com Osório Auto Center 6x4 Fênix Lucar. O Osório levou pela primeira vez um título da Semana da Pátria.

No segundo jogo, atletas da “velha guarda” entraram em quadra para disputar o futsal máster no confronto entre ACB e Casa Simão. A partida reuniu atletas consagrados de Bragança; pelo ACB: Cleber Ocimar, Márcio Roberto, Marquinho Lima, Fredson, Cássio Blanco e Marcelo Caeté; pela Casa Simão: Edson Maués, Xandê, Vilmar, Cléo Eli, Zé Raimundo e Luizinho Mota. O título especial ficou com o ACB que venceu por 7x5. O troféu “Betão” foi entregue pelo seu pai, “Canhoto Ocimar” ao Cássio Blanco, capitão do ACB.

No futsal adulto clube, o Mizuno vice-campeão de 2019 enfrentou o Mercantil Popular, quarto colocado do mesmo ano. O 
Mizuno venceu a partida e recebeu o troféu Celso Leite (In memoriam) entregue ao goleiro Elton pela Rose Leite (viúva). Mizuno festejou virtualmente como se sua torcida estivesse na arquibancada. O time formou com Elton (Felipe), Zequinha, Keoma, Silvinho e Gaúcho; Rubico, Neto Alcino, Bambam, Denilson, Bádu e Luan; técnico Marquinhos Taíra.

O Mercantil Popular esteve com Dedeco, Bieco, Colosso, Kelson e Marquinho; Sabreca, Darlano, Esquerdinha, Renan, Nichió e Leozinho; técnico, Sergio. Arbitragem de Ruth Helena e Ednaldo Adriano. Os atletas participantes de todos os jogos receberam medalhas comemorativas à 52ª edição da Semana da Pátria.

Obs: As premiações não valeram como título de contagem do ranking da Semana da Pátria. 
A equipe esportiva da Rádio Educadora mais uma vez esteve transmitindo os jogos: Ademir Mescouto, João Vanderlei, J. Bahia, Maycon Ribeiro, Neto Rosendo, Fabrício Bragança, Silvio Fontineli (técnico)

Reportagem - Jota Bahia
Fotos - Jota Bahia e Fabrício Bragança
Lido 246 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: