Rádio Educadora completa 60 anos de Fundação

1

Fundada em 12 de novembro de 1960 a Rádio Educadora de Bragança completou neste 12 de novembro 60 anos. Passando atualmente por um marco evolutivo onde a frequência AM 1390 dará lugar a uma nova FM, a Educadora com o decorrer destas 6 décadas buscou adequar-se a inovação tecnológica e tornou-se referência em comunicação, tornando vivo o sonho de seu precursor Dom Eliseu Maria Corolli.

O primeiro radialista da Educadora foi Dom Miguel Maria Giambelli, este fez um curso de especialização em radiodifusão. Em seguida, foram contratados Gerson Guimarães, Jesus Soares, Antunes de Carvalho, Ilton Gonçalves, Milton Alves, Walter Cruz, Nonato Cavalcante que fizeram parte da primeira geração de locutores da REB.

“Lembro do dia 12 de novembro de 1960 a inauguração da Rádio Educadora de Bragança, um sábado ao cair da tarde, no inicio da noite, Osvaldo Silveira, Walter Cruz, usavam os microfones da Rádio Educadora pela primeira vez [...] eu lembro que no dia seguinte ocorreu o Círio de Bragança e o Paysandu foi jogar, teve o Círio de manhã e o jogo a tarde [...] foi a primeira transmissão. Miguel Coem transmitiu essa partida até os 5 minutos finais. Coem me chamou e disse: Já que a Educadora tem o seu locutor esportivo, Claudio Guimarães, que ele venha transmitir os 5 minutos finais. Eu subi no palanque e transmiti [...] confesso que não lembro bem o que eu disse mas acho que disse alguma coisa boa que até hoje eu estou no ar como locutor esportivo”, conta Claudio Guimarães que atualmente comunica através da Rádio Clube.

A primeira locutora da Rádio Educadora foi Maria Raimunda Nunes. Nazareno Alves, Carlos Gomes, Cristiano Rosa, Geo Araujo, Alfeu Borges, Jorge Luiz, Nonato Cavalcante, Nonato Silva, Ribamar Oliveira, Ramos de Lima foram nomes que fizeram parte da segunda geração.

“Começamos nossa trajetória lá aos 14 anos de idade, saímos e voltamos aos 18, eu quero me congratular aos companheiros que fizeram no ontem a Rádio Educadora de Bragança e fazem no hoje”, parabenizou Nonato Cavalcante no Clube da Manhã desta quarta-feira (12).

A história da Educadora é marcada por grandes nomes, na terceira geração está Celso Leite (in memorian); Eduardo Simões, Cledson Jair e Jota Bahia ainda integram o quadro de funcionários.

“Eu tenho o privilégio de ainda estar fazendo parte desta história, neste momento expresso a minha alegria de poder contar alguns momentos vividos a partir daquele 15 de agosto de 1979 quando tive o primeiro contato com o microfone da Rádio Educadora de Bragança [...] a gente tem mesmo é que manter a Rádio Educadora pra sempre em nossas vidas, em nossos corações, parabéns a todos desde Dom Eliseu Maria Corolli, Irmã Maria José de Sousa, são pessoas que também me deram muita força”, relata Eduardo Simões apresentador do Toca Tudo.

Para finalizar, é importante ressaltar a nova geração de comunicadores, o Rádio Sucesso antes comandado pelo grande radialista Celso Leite hoje está sob comando de Claudinho Corrêa que com sua equipe continua levando alegria aos lares no horário matinal.

“Eu desde criança acompanhava a programação da Educadora quando morava no interior [...] me lembro bem quando meu tio tentava sintonizar a frequência e ele precisava colocar um cabo e começava aquele chiado típico da AM, e aquele som me marcava muito [...] Quando comecei na comunicação tive o prazer de ser catequizado por esta Rádio [...] A Educadora é a faculdade Educadora de Comunicação, eu considero ela como uma escola pra vida, para a arte de comunicar,  hoje faço parte desta emissora, e ouso dizer que estou ajudando a construir parte desta história tão bonita”, conta Claudinho Corrêa.

Um dos carros chefes da Educadora são as transmissões esportivas, João Wanderley, um dos últimos contratados da emissora, fala da satisfação em fazer parte de uma emissora que é tradição e referência:

“Me sinto muito honrado por trabalhar nesta emissora que faz história, a primeira coisa que me vem a cabeça é a minha admissão na Rádio [...] Celso Leite, Jota Bahia me receberam e me acolheram, estou aqui até hoje apaixonado a cada dia por essa profissão e oportunidade que a emissora me deu [...] empunhar esse microfone tão pesado onde falaram Jose Luiz, Geo Araújo e o inesquecível Celso Leite é uma responsabilidade gigante [...] A Educadora no esporte é conhecida por revelar e moldar vários talentos, eu gosto de pensar que comigo pode ser da mesma forma [...] É uma honra estar servindo a esta emissora e ao povo de Bragança”.

O sucesso da emissora está, sobretudo, nos motivos que levaram Dom Eliseu Maria Corolli a ir atrás deste sonho que se tornou um marco na região bragantina, tal iniciativa extraordinária de acordo com a Ir. Teresinha Colares (Missionária de Santa Teresinha), não se baseou no desejo de novidades ou qualquer vantagem econômica, e sim, em possuir um meio ideal para promover evangelização e elevar a personalidade do homem interiorano.

60 anos após a sua fundação pode-se dizer que continuamente o objetivo é alcançado, afinal, todos os anos novos alunos se formam através do SERB, e muitos descobrem novas habilidades através do Projeto Aluno Repórter. Outros tantos, acompanham as transmissões religiosas que propagam a fé através do Rádio e TV. E mais que uma emissora, a Educadora tornou-se um conceito de qualidade em comunicar.

Reportagem – Marcelle Pires
Lido 101 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: