Aos 82 anos, Instituto Santa Teresinha acompanha a evolução

1

O Instituto Santa Teresinha completa nesta segunda-feira (23), oitenta e dois anos de fundação. A data, 23 de novembro de 1938, marca o dia em que o Dr. José Carneiro da Gama Malcher, deputado estadual e interventor federal no Pará, assinou o decreto de fundação da terceira escola do Curso Normal em território paraense.

O educandário é uma obra do Padre Eliseu Maria Coroli, posteriormente bispo da Prelazia do Guamá, que se preocupou com o grande índice de analfabetismo na região.

Seguindo a filosofia da escola, “Educar não é somente instruir, mas preparar para a vida”, professores e alunos passaram por um processo de readaptação no período da pandemia da Covid-19.

As aulas foram suspensas no dia 18 de março de 2020 e logo em seguida, no dia 23 do mesmo mês, os estudantes do Ensino Médio passaram a receber os ensinamentos via internet através das plataformas digitais do Sistema Arí de Sá.

O Sistema Positivo também transmite aulas do curso de Educação Infantil e Fundamental aos alunos que cumprem medidas de isolamento social.

Um dos grandes avanços do IST é o ensino Bilíngue Inglês ministrado pela empresa International School, com elevado padrão de qualidade.

Obrigado a cumprir as medidas protetivas contra a Covid-19, o Instituto Santa Teresinha decidiu implantar o Ensino Hibrido, um sistema que permite ao professor aplicar as disciplinas em sala de aula com menos de 50% de alunos presenciais cumprindo distanciamento, uso de máscaras e álcool, o restante da turma, acompanha a mesma aula ao vivo em casa pelas plataformas digitais. O tempo foi reduzido de 7 para 5 horas aula sem intervalo, o lanche é servido na sala para evitar aglomeração. A iniciativa garantiu o aproveitamento total do ano letivo 2020.

Atualmente o IST possui um Pólo da Unama (Universidade da Amazônia) oferecendo cursos de Ciências Contábeis, Engenharia da Produção, Educação Física e Pedagogia.

O Instituto Santa Teresinha tem como gestora a Ir. Ascensão Lemos que há 8 anos está frente do educandário. 
A escola mantém sua tradição católica e durante o mês de maio, as celebrações eucarísticas cotidianas com a presença de todos os alunos, os cantos festivos e a coroação de Nossa Senhora torna o Instituto mais bonito.

Dom Eliseu Maria Coroli faleceu no dia 29 de julho de 1982, devido insuficiência respiratória.
Reportagem e fotos - Jota Bahia
Lido 159 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: