Feriado do Trabalhador lembra mortos pela Covid-19 em Bragança

1

O dia 1º de maio dedicado ao trabalhador foi lembrado com melancolia em Bragança. A Praça da Catedral do Rosário amanheceu com a simulação de um cemitério cheio de cruzes para lembrar os 188 mortos pela Covid-19 no município.

Segundo Graça Ramos, coordenadora da Cáritas Diocesana de Bragança, a iniciativa partiu de representantes de vários sindicatos: TRABALHADORES RURAIS, SIND-SAÚDE, SINASEFE, SINTEPP, IFPA, CLUBE DE PROFESSORES DE BRAGANÇA (CPB) e CÁRITAS.

Representantes dos sindicatos criticaram o governo federal na condução das políticas de combate a pandemia do novo coronavírus no Brasil que já ultrapassou 400 mil mortes.

1

Aproveitando a oportunidade, a Cáritas Diocesana em parceria com o Movimento Camponês Popular, Feira da Agricultura Familiar e MOCAMBO, deu prosseguimento a campanha denominada “Ajude uma família na pandemia” que arrecadou alimentos que serão doados para as famílias em vulnerabilidade.

Reportagem e Foto - Jota Bahia
Lido 82 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: