Rádio Educadora FM 93,7 Bragança-Pará
Rádio Rosário FM 106,7 Bragança-Pará

 

Quilombolas do América passam por qualificação

1

O Movimento Afrodescendente do Pará (MOCAMBO) promoveu por intermédio do Governo do Estado na comunidade Quilombo do América, zona rural de Bragança-Pa, o cadastramento de mulheres artesãs no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB), além de oficinas de qualificação no eixo do empreendedorismo e apoio a linha de crédito.

O cadastramento e as oficinas foram ministradas pela equipe da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (SEASTER). Os trabalhos foram desenvolvidos na sede da Associação Remanescente da Comunidade Quilombola do América (ARQUIA).

1

Durante dois dias as mulheres do quilombo passaram por uma capacitação de negócios sendo cadastradas no SICAB garantindo o reconhecimento a nível federal, estadual e municipal podendo a partir de agora, participar de feiras de médio e grande porte organizadas pelo governo estadual.

As oficinas qualificaram as mulheres do quilombo na produção de bonecas de pano, portas-treco, tapetes, toalhas, jogos de cozinha e outras peças de artesanato. Segundo Roseti Araújo, presidente da ARQUIA, as oficinas proporcionaram novo conhecimento e uma nova fonte de renda para as mulheres do quilombo.


 
Edna Monteiro, professora, ativista e militante do Movimento Afrodescendente do Pará disse que foi lançado em Bragança na Rua Orabolas no bairro Taíra, um núcleo do MOCAMBO que já conta com sede em 7 municípios do estado. Uma das propostas é realizar um fórum popular reunindo vários movimentos com bandeiras de lutas em defesa da população negra que vive com seus direitos negados.

Silvia Reis, coordenadora de empreendedorismo da SEASTER disse que a meta foi capacitar profissionalmente as artesãs do Quilombo do Américo. Toda a produção obedece uma cartilha que norteia a confecção do artesanato na comunidade.

Reportagem e fotos - Jota Bahia
Lido 170 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: