Rádio Educadora FM 93,7 Bragança-Pará
Rádio Rosário FM 106,7 Bragança-Pará

 

Dom Jesus e Dom Possidônio participam de caminhada em combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes



Na última quarta-feira, 18 de maio, foi o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Para lembrar a luta por essa causa, as paróquias de Bragança realizaram várias atividades com o objetivo de conscientizar e encorajar para a denúncia.

Entre essas atividades foram realizadas caminhadas para lembrar o dia 18 de maio. Lembramos que o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído em 2000, em decorrência do episódio que ganhou ampla repercussão na mídia, retratando o drama da menina Araceli, de 8 anos, que foi raptada, drogada, violentada, morta e carbonizada por jovens de classe média de Vitória (ES), caso acontecido em 18 de maio de 1973; e até hoje os responsáveis nunca foram punidos. Desde então, as ações que marcam este dia visam mobilizar os diferentes setores da sociedade, governos e mídia sobre a urgência da proteção dos direitos de meninas e de meninos.

Na sede da diocese aconteceram caminhadas, palestra com Dom Possidônio e outras apresentações. Na Paróquia São João Batista, após momento de palestras e esclarecimentos sobre o assunto, aconteceu a caminhada pelas ruas da paróquia.

Na Paróquia Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro aconteceu também uma caminhada pela parte da manhã, onde estiveram também os bispos da Diocese de Bragança, Dom Jesus e Dom Possidônio.
Percorrendo algumas ruas da cidade a caminhada contou com a presença de diversas crianças e alunos de diversas escolas de Bragança, assim como, pastorais e movimentos que participaram desde momento cantando e dando voz para os direitos de todas as crianças e adolescentes.
Na Paróquia Sagrado Coração de Jesus irá acontecer no dia 19 de maio um momento de palestra e informações relacionadas a essa data.

Caso Araceli

Lembrando que o dia 18 de maio foi escolhido para ser Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, para lembrar o caso Araceli, acontecido em 18 de maio de 1973, em Vitória no Estado do Espírito Santo.

Essa data foi escolhida por causa da brutalidade com que o assassinato foi cometido. A menina Araceli, que estava próxima de completar nove anos, foi espancada, estuprada e drogada, e teve os mamilos e a vagina dilacerados a dentadas. Seu corpo foi encontrado em um terreno baldio, queimado e desfigurado com ácido, para dificultar sua identificação. Seus algozes pertenciam a famílias tradicionais e muito influentes no estado, razão pela qual tanto a Justiça como a Polícia foram negligentes e, inclusive, corruptas.

Lembramos ainda, que nesse ano de 2022 se completam 49 anos daquele 18 de maio de 1973.

Por, Diocese de Bragança

Imagens: Matheus Felipe/PASCOM
Lido 91 vezes

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: