Manifestação em Bragança cobra ajustes na reforma da Previdência

Manifestantes voltaram a protestar em Bragança nesta sexta-feira (14) contra a Reforma da Previdência. Pela manhã, estudantes, professores, representantes de sindicatos e Pastorais da Juventude se concentraram na Praça da Bandeira para ouvir pronunciamentos de lideranças sindicais e das universidades.

O tom da manifestação voltou a ser a cobrança de ajustes nos critérios para aposentadoria dos trabalhadores, dentro da nova proposta da Previdência. Estudantes da Universidade Federal do Pará (UFPA) e Instituto Federal do Pará (IFPA) participaram do movimento e novamente criticaram a postura do governo Jair Bolsonaro.

Gritando palavras de ordem, portando faixas e cartazes, os manifestantes se deslocaram em passeata pela Trav. João XXXIII até o centro comercial de Bragança.

Em função da paralisação nacional nesta sexta-feira, não houve aula nas escolas das redes estadual, municipal e particular em Bragança.

Reportagem e foto - Jota Bahia

Lido 488 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: