Homem é condenado por crime de feminicídio em Bragança

Esteve sentado no banco dos réus nesta quinta-feira (22), Antonio Edilson Ribeiro da Costa, vulgo "Trivela", natural de Bragança. "Trivela" estava sendo acusado como autor do feminicídio contra a vida da jovem Josiane da Silva Ribeiro que na época do crime tinha 17 anos. Ela foi vítima de estrangulamento seguido de morte no dia 18 de novembro de 2017 na comunidade do Tamatateua, mas o corpo só foi encontrado no dia seguinte.

Testemunhas relataram na época que "Trivela" teve um caso com a jovem e que não aceitava o fim do relacionamento, com isso ele passou ameaçá-la. No dia que o corpo foi encontrado, o acusado foi preso pela Polícia Civil.

Antonio Edilson foi a júri popular acusado por homicídio qualificado por motivo fútil, utilizando-se de meios que dificultaram a defesa da vítima e ocultação de cadáver.

O julgamento teve inicio as 08:00h e foi presidido pela Juíza de Direito Titular da Vara Criminal da Comarca de Bragança, Danielly Modesto de Lima Abreu. Teve como promotor de justiça o Dr. Paulo Sérgio da Cunha Morgado, e na defensoria, o Dr. Gabriel Montenegro Duarte Pereira.

O julgamento terminou por volta das 17h30min e o réu foi condenado há mais de 20 anos de prisão.

Reportagem e Foto - Fabrício Bragança

Lido 273 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: