BR-308 continua interditada

O manifesto na Ponte do Sapucaia em Bragança que teve inicio na última segunda-feira (14), segue sem previsão para término. Os moradores do entorno da Bragança-Viseu protestam contra a paralisação do serviço de pavimentação asfáltica na BR-308.

De acordo com eles, o serviço está parado há 120 dias e estão preocupados que com a chegada do período chuvoso a obra seja mais uma vez paralisada. Eles pedem uma explicação para a demora da retomada das obras.

Na tarde de segunda-feira (14), a Polícia Rodoviária Federal conseguiu uma reunião na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) em Capanema para que manifestantes e representantes do órgão Federal entrassem em acordo e assim ocorresse a liberação da ponte. A reunião durou mais de duas horas e terminou sem acordo.

Segundo representantes do DNIT, a obra foi paralisada por que o Instituto do Patrimônio Histórico e artístico Nacional (IPHAN), teria descoberto um "Sítio Arqueológico" na rodovia.

De acordo com os líderes do manifesto, eles permanecerão na Ponte do Sapucaia o tempo que for necessário para tentar conseguir com que as obras sejam reiniciadas imediatamente, também foi exigida uma reunião com membros do IPHAN.

Os manifestantes já adiantaram, que caso eles não consigam uma solução, irão fechar o trânsito na BR-010 e BR-316 no município de Santa Maria do Pará.

Reportagem e foto - Fabrício Bragança

Lido 320 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: