Ciretran Bragança adere greve mas não paralisa atividades

Servidores do Sindicato dos Trabalhadores de Trânsito do Estado do Pará (Sindtran) da Circunscrição Regional de Trânsito de Bragança (Ciretran) que atende com serviços no Departamento Estadual de Trânsito do Pará (Detran) aderiram a greve do órgão que teve inicio na última segunda-feira (20). A greve dos servidores é contra as perdas salariais e a terceirização da vistoria de veículos.

De acordo com a direção geral do Detran, o principal motivo para a terceirização da vistoria de veículos é dar opção aos usuários. Se a terceirização for aprovada, caberá a empresa cadastrada realizar a vistoria para "transferências de propriedade e jurisdição", deixando os outros serviços para os vistoriadores do Detran.

Atualmente, as vistorias no Detran estão custando entre R$ 30,00 e R$ 40,00; o serviço é prestado por poucos servidores no estado do Pará, a agência do órgão em Bragança conta com 2 vistoriadores e atende uma demanda de pelo menos 4 municípios (Bragança (sede), Augusto Corrêa, Tracuateua e Viseu).

Apesar da greve os serviços de entrega de documentos, terminal de auto atendimento, serviços terceirizados e alguns serviços que não necessitam de vistorias estão acontecendo normalmente. Os serviços relacionados a habilitação estão parados. A agência está funcionando normalmente de segunda a sexta-feira, das 08 às 13 horas.

Reportagem e fotos - Fabrício Bragança

Lido 585 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: