Pescado para a Semana Santa é comercializado em Bragança

1

Bragança é o terceiro maior polo pesqueiro do Estado do Pará, exportando sua produção principalmente para as capitais do Nordeste. Durante a Semana Santa, o município registra um crescimento na quantidade de embarcações atracadas nos portos para manter a tradição da Sexta-Feira Santa.

O município possui 7 pequenos portos de desembarque pesqueiro: Caratateua, Vila do Castelo, Ajuruteua, Vila dos Pescadores, Bacuriteua, Taperaçu-Porto e o cais da cidade.

A comunidade do Bacuriteua tem registrado um aumento na atracação de embarcações que descarregam pescado, tanto para abastecer as empresas de filetamento e exportação, quanto para atender a demanda da população.

Na Vila do Acarajó a comercialização do peixe fresco, está sendo feita a preços populares: Cação – R$10,00; Caíca – R$ 12,00; Caraximbó – R$ 5,00; Gó – R$ 6,00 (Kg).

Das 47 espécies mais capturadas na costa bragantina, as mais comercializadas são: Pescada-gó, Bandeirado, Bagre, Uritinga, Serra, Tainha, Timbira, Corvina, Caíca, Cação, Arraia e Pescada Amarela.

Reportagem - Jota Bahia

Lido 176 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: