Missa de Lava-pés uni paróquias de Bragança

O Tríduo Pascal foi iniciado na Quinta-Feira Santa (9) com a Missa de Lava-pés realizada às 18 horas na Catedral Nossa Senhora do Rosário. A celebração foi presidida pelo bispo Dom Jesus Maria e uniu as quatro paróquias de Bragança: Mayro Chrystian e Raimundo Elias (Paróquia do Rosário), Luiz Marconi e Silvio Jaques (Paróquia Perpetuo Socorro), Gerenaldo Messias (Paróquia São João Batista), Ari Silva e José Calazans (Paróquia Sagrado Coração de Jesus).

Com a igreja vazia cumprindo as medidas de prevenção contra o Coronavírus, a missa foi transmitida pelos meios de comunicação, Rádio e Tv Educadora e internet. Famílias se reuniram em suas casas, sem barulho, distração e conversa na hora da missa, improvisaram altar com velas, a bíblia e o crucifixo criando um clima semelhante ao de uma igreja.

Em sua homilia, Dom Jesus Maria ressaltou que, as leituras nos levam a uma reflexão sobre o que disse Jesus dentro do Cenáculo na véspera de sua morte. Cristo reuniu os apóstolos para celebrar a páscoa judaica cantando e louvando a Deus. Instituiu a Eucaristia quando pegou o pão e o vinho simbolizando seu corpo e sangue deixando o maior de todos os mandamentos: “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei”. O sacerdote disse que o cristão deve se reconciliar com Deus nestes dias, perdoando e aceitando o perdão.

O bispo frisou que foi na Quinta-Feira Santa que Jesus rezou a primeira missa e instituiu o sacerdócio recomendando: “fazei isto em minha memória”. Jesus lavou os pés dos apóstolos mostrando que não veio ao mundo para ser servido e sim para servir. Para simbolizar esse momento, o bispo lavou e beijou os pés dos padres Gerenaldo e Luiz Marconi e do diácono Lenilson. Os fiéis que ficaram em casa rezaram a Comunhão Espiritual.

Pela tradição, o Santíssimo Sacramento era conduzido em procissão após a missa, mas, em função do isolamento social, os padres Raimundo Elias e Mayro Chrystian conduziram o ostensório pelas ruas da Paróquia Nossa Senhora do Rosário no centro da cidade indo até o bairro da Aldeia. Para aguardar a chuva passar, houve uma breve parada na Igreja de São Geraldo Magela, posteriormente entraram na área do Hospital Santo Antônio e no retorno à Catedral, abençoaram os enfermos no Hospital Geral.

Na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, o Pe. Ari Silva conduziu o Santíssimo Sacramento pelas principais ruas do bairro do Morro, abençoando as casas, as famílias e pedindo proteção contra o Coronavírus e a cura da pandemia.

Reportagem - Jota Bahia
Fotos - Fabrício Bragança, Jota Bahia e Pedro Sérgio

Lido 167 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: