Celebração da Paixão e morte de Jesus Cristo em Bragança

Devido a pandemia da Covid-19, sem a presença dos fiéis, a celebração da Paixão e morte de Jesus Cristo ocorreu na tarde de sexta-feira (10), no interior da Catedral Nossa Senhora do Rosário reunindo padres das quatro paróquias e o bispo diocesano de Bragança, Dom Jesus Maria.

A peregrinação da Via-Sacra foi iniciada às 14 horas com os leigos refletindo sobre os momentos importantes que Cristo viveu em seu calvário, desde a condenação até sua morte.

A falta de instrumentos de música. Nenhum toque de sinos. O altar, frio e despido. O Sacrário desocupado e aberto, as imagens cobertas com panos roxos e velas de cera amarela como nos dias de funerais. Em tudo reinou a tristeza. Assim foi o cenário da Sexta-Feira Santa.

Às 15 horas, a hora em que Jesus morreu, o bispo entrou em silêncio com os demais sacerdotes até ao altar. Um dos momentos marcantes da celebração foi quando Dom Jesus, os padres Gerenaldo Messias e Raimundo Elias, prostraram-se ao pé do altar e rezaram em silêncio por alguns instantes evocando o grande mistério do Calvário.

O sermão das 7 palavras conduziu os paroquianos a uma profunda reflexão sobre as últimas frases ditas por Jesus na Cruz: "Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem", "Em verdade te digo: hoje estarás comigo no Paraíso", “Mulher, eis aí o teu filho. Filho eis aí a tua Mãe!", "Tenho Sede!", “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes?", "Tudo está consumado!" e "Pai, em tuas mãos entrego o meu Espírito!".

A celebração prosseguiu com a solene adoração a Santa Cruz pelos sacerdotes e a comunhão espiritual dos fiéis sintonizados por intermédio dos veículos de comunicação.

A tradicional procissão do Senhor Morto e o canto da Verônica foi feita em carro aberto pelas ruas das quatro paróquias de Bragança. O canto da Verônica foi executado pela jovem Emily Karine Quadros Castelo, 20 anos, pertencente a Comunidade Santa Teresinha.

Reportagem e fotos - Fabrício Bragança

Lido 162 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: