Reabertura do comércio foi assunto na Câmara de Bragança

1

A Câmara Municipal de Bragança realizou nesta quinta-feira (28), mais uma sessão ordinária por vídeo conferência, em função do cumprimento das medidas protetivas contra a Covid-19. A reunião contou com a participação do pastor Eliezer Sampaio (Igreja Toronto) que também é empresário e utilizou o espaço para falar sobre a crise financeira que se reflete no comércio bragantino por causa da pandemia.

Eliezer que participou de uma reunião na CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas de Bragança) ressaltou que algumas decisões foram tomadas respeitando critérios da Vigilância Sanitária. A reabertura do comércio deverá ser feita em cinco fases, a primeira corresponde ao serviço “delivery” com funcionamento de 8 às 18 horas, recebimento de contas dos carnês e prolongamento do horário da Feira Livre que se estenderá até ao meio dia. Destacou que a CDL disponibilizou um aplicativo nas redes sociais denominado Compre Local, que conta com várias empresas cadastradas para a prestação de serviço delivery.

As fazes seguintes serão implementadas de acordo com análise feitas em reuniões, de cinco em cinco dias, envolvendo órgãos de saúde e representantes do comércio. Barbearias e salões de beleza serão liberados com agendamento de horário, com atendimento de um cliente por vez dentro do estabelecimento. Os vereadores são favoráveis ao relaxamento do horário de funcionamento do comércio bragantino, porém, com prudência e obedecendo as normas de proteção contra a proliferação do vírus da Covid-19.

Nesta sexta-feira (29), será feita uma nova reunião e dependendo das estatísticas da pandemia no município, o comércio poderá ser reaberto pela parte da tarde das 14 às 19 horas, na próxima semana. Segundo Eliezer, a maioria do comerciantes cumpriu as determinações recomendadas pela Secretaria Municipal de Saúde, disponibilizando na frente das lojas, pias com água e sabão, luvas, máscaras e álcool em gel, tanto para os colaboradores quanto para os clientes. O empresário fez questão de destacar na Câmara Municipal, que todos os comerciantes estão dispostos a colaborar para a retomada da economia.

Segundo o vereador Rivaldo Miranda, o Ministério Público editou no dia 20 de maio por intermédio da promotoria, a Recomendação 013/2020 determinando ao Poder Executivo a fiscalização no comércio de Bragança, sobretudo, farmácias e supermercados, para que produtos sejam comercializados de forma justa, sem preços abusivos. O documento foi encaminhado pela Promotoria não somente para a Prefeitura de Bragança, mas também, para a Prefeitura de Tracuateua, para que as providências sejam tomadas.

Reportagem - Jota Bahia

Lido 389 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: