Missionária de Santa Teresinha completa 99 anos

1

As Missionárias de Santa Teresinha, em Bragança do Pará, homenageiam nesta sexta-feira (21) a Irmã Maria Pereira Bragança, pela passagem dos seus 99 anos de vida.

Maria Bragança nasceu no dia 22 de agosto de 1921 neste município, filha de José Pereira Bragança e Julia Queiroz Bragança. Foi batizada no dia 26 de março de 1922.

No dia 25 de março de 1954 ingressou na 1ª turma de noviciado da Congregação das Irmãs Missionárias de Santa Teresinha. No ano seguinte emitiu os Votos Temporários, adotando o nome religioso de Irmã Maria do Menino Jesus. A Profissão Perpétua realizou-se em 02 de janeiro de 1973, festa do 1º Centenário de Nascimento de Santa Teresinha.

Irmã Maria concluiu o Curso Normal (Magistério/2ºGrau) – Curso CADES na disciplina História. Foi professora e diretora nos cursos: Ginasial, Normal, 1º e 2º Graus.

Dentro da Congregação, foi responsável pela Casa Santa Teresinha de 1951 a 1952, residiu no Hospital Santo Antonio Maria Zaccaria, em Bragança, de 1954 a 1955, foi Superiora Local da Comunidade de Viseu de 1955 a 1956. Superiora Local da Comunidade do Hospital Santo Antonio Maria Zaccaria de 1956 a 1957 e posteriormente de 1962 a 1964. Foi Madre Mestra de Noviças no período de 1959 a 1962, professora de 1º e 2º Graus no Instituto Santa Teresinha no período de 1964 a 1968. Irmã Maria foi transferida de Bragança para a Comunidade de Ourém em agosto de 1968 e posteriormente seguiu para Capitão Poço em 14 de fevereiro de 1975, ocupando os cargos de Superiora Local e Diretora do Colégio Estadual Carlos Azevedo, sendo ainda responsável pelas Filhas de Maria.

No 2º Capitulo Geral da Congregação, em 1977, foi eleita Assistente Geral da Superiora Geral. Foi transferida para a Comunidade do Instituto Santa Teresinha em 15 de fevereiro de 1982, exercendo a função de disciplinatária da escola. Em 1º de fevereiro de 1983 foi transferida para a Comunidade do Sítio Nossa Senhora da Glória exercendo o cargo de Superiora Local. Foi capitular no 3º Capitulo Geral da Congregação. Transferida para a Comunidade Nossa Senhora da Divina Providência, em Capitão Poço em março de 1987, sendo Superiora Local. Participou da Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Castanhal em 15 de fevereiro de 1995, exercendo o cargo de Superiora Local. Prestou assistência aos doentes e foi Assistente Espiritual de um grupo de Vicentinos.

Irmã Maria Pereira Bragança atualmente reside no município de Irituia, na Comunidade Nossa Senhora da Piedade para onde foi transferida no dia 7 de fevereiro de 2004.

Irmã Maria faz parte de família tradicional no município de Bragança (Pará) composta de vários irmãos: Ana Maria Bragança que reside atualmente no bairro da Aldeia, Pedro Fernando Alves Bragança, residente em Mosqueiro, Nazaré e Luiz Bragança, ambos residindo em Belém. Já faleceram: Beatriz Bragança, Joaquim Pereira Bragança, Antonio e Paulo Bragança; Odeth Bragança, Senhorinha Bragança, Izaura Bragança (também Missionária de Santa Teresinha) e Julia Pereira Bragança, professora falecida recentemente.

A Irmã Maria Pereira Bragança, aos 99 anos, escreve, pratica Palavras Cruzadas e faz leitura de jornais e revistas. Quando convidada, faz relato de fatos ocorridos deixando seus ouvintes admirados por sua lucidez.

Em função do período de proteção contra o coronavírus, familiares e missionárias farão homenagens reservadas à aniversariante, porém, com a proposta de realizarem uma grande comemoração por ocasião dos 100 anos em 2021.

Reportagem - Jota Bahia
Fotos - Arquivo M.S.T.
Lido 238 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: