Briga envolvendo jogadores do Bragantino Clube do Pará termina com pessoas feridas em Bragança

1

Nesta terça-feira (02), as redes sociais de Bragança amanheceram com a informação de uma briga envolvendo jogadores do Bragantino Clube do Pará em um posto de gasolina da cidade. A situação ocorreu durante a madrugada e de acordo com informações, a confusão iniciou em uma chácara, um jogador identificado pelo apelido de Capanema teria provocado algumas pessoas e iniciado uma briga verbal.

Duas pessoas que foram identificadas como “Alef e Jaqueline” relataram que, “nós estávamos na chácara, quando percebemos que a nossa presença não era bem vinda no ambiente, decidimos ir embora e seguir para um posto de gasolina no Trevo de Bragança, no momento em que nós estávamos no posto, o “Capanema” chegou em um carro na companhia de mais 3 pessoas e ele se dirigiu ao banheiro, durante o retorno ele parou na nossa frente e começou a gritar com a gente, nos chamando de vários palavrões e dizendo que aqui em Bragança quem mandava era ele por que ele era do Bragantino e a gente era um bando de “fuleiro”, com isso, eu cheguei com ele numa boa e perguntei: cara qual e a sua história?, ele não gostou da pergunta e começou a nos agredir e eu em legítima defesa fui cima dele e caiu, após isso me afastei para não continuarmos mais a briga, logo em seguida ele levantou e disse que isso não ia ficar barato e que ele ia buscar um “ferro” pois ele já havia gravado a nossa cara e isso ia ter volta. Capanema foi de fato embora e voltou minutos depois com mais quatro carros e várias pessoas, e para a nossa surpresa todas pessoas foram atrás da gente e começaram a nos agredir com chutes e socos de forma covarde, com isso tivemos que correr e um deles colocou o pé para cairmos e nós caímos, com isso fomos bastante agredidos por ele e seus amigos”.

De acordo com algumas pessoas que estavam no posto e não estavam no meio da briga, além do jogador “Capanema”, estavam presentes na briga os jogadores de apelido “Pit Bull e Bilau” que participaram das agressões. As vítimas que foram espancadas ficaram com vários hematomas pelo corpo e um deles com suspeita de pelo menos 3 fraturas: uma no tornozelo direito, na clavícula e na costela.

Um vídeo postado nas redes sociais mostra o momento do espancamento e uma das vítimas sendo derrubada após ter caído no chão já recebendo muitos chutes e socos, em meio a briga várias pessoas tentaram separar e conter os ânimos para que as vítimas não fossem mais agredidas e sofressem traumas mais sérios. Após o espancamento os envolvidos fugiram do local.

Ainda na manhã desta terça-feira (02) a diretoria do Bragantino Clube do Pará fez um pronunciamento nas suas páginas oficiais repudiando essa situação, veja o conteúdo na nota emitida pelo clube:

[Nota]
O Bragantino Clube do Pará informa aos torcedores e comunidade em geral que repudia todo e qualquer ato de violência e esclarece que não se responsabiliza pelas ações particulares extra clube dos seus atletas e funcionários.

Porém, diante dos fatos negativos publicizados pela imprensa e redes sociais envolvendo alguns atletas do Clube, informa que irá tomar as medidas cabíveis dentro do regimento interno da instituição e os envolvidos arcarão com as suas responsabilidades civis.

Respeitosamente,
Paulo Emílio Corrêa (presidente em exercício).

As vítimas registraram um boletim de ocorrência contra os jogadores e o caso será investigado pela Polícia Civil do Estado do Pará. 

Reportagem - Fabrício Bragança
Lido 218 vezes

Acompanhe @f_educadora no Instagram

A Fundação

A Fundação Educadora de Comunicação é constituída por duas rádios, a Educadora AM (1390) e FM (106,7), uma emissora de TV (canal 30) e um site. Tem por objetivo promover para o povo bragantino uma programação que enaltece a educação, cultura, esporte e evangelização. São 58 anos evoluindo e inovando. (+)

 

Boletim

Deixe seu e-mail para ser avisado em primeira mão sobre novas notícias: